sábado, 25 de Junho de 2011

E a petiscaria continua...


... com um fresco e simples antepasto! Para os fins de semana, feriados ou férias em que acordamos tarde e cheios de preguiça! Quando vamos preparar aquele almoço caprichado, lento, sossegado e juntamos família e amigos na conversa, enquanto a carne assa ou o cozido apura! Serenamente bebericamos algo fresco, um vinho ou cerveja e acompanhamos com petiscos e antepastos! Aqui vai mais um para a coleção!
Já que ía assar pimentões, pois viciei neles, assei também alho para a preparação deste creme.


"Creme de Feta e Quark"
(inspirado neste post de "How sweet it is")

200g de queijo quark
100g de queijo feta esmigalhado
1/2 cabeça de alho assado (embrulhe a cabeça de alho em papel alumínio e leve ao forno brando por uns 20 minutos)
Tabasco
Orégano
Salsa

Retire a casca de meia cabeça de alho e misture bem com um garfo até formar uma pasta.
Numa tigela junte o todos os ingredientes e misture bem.
Sirva com tostas, biscoitos, pão.


Eu servi também mini cenouras e mini tomates!

terça-feira, 21 de Junho de 2011

Começou o Verão!



Oficialmente é Verão, mas o calor já aqui reinava!
E para o Verão, as refeições são mais leves. Sumos, saladas, frutas invadem a mesa. As reuniões com amigos são mais frequentes, assim como os petiscos! Nada melhor do que uma boa conversa acompanhada de uma cervejinha bem gelada e petiscos saborosos!
Hoje começo o Verão com pimentões assados! O ideal seria usar pimentões de todas as cores, pois fica lindo, mas não encontrei pimentões de boa qualidade sem serem verdes e vermelhos. Porém, o que importa é que ficaram mesmo bons!!!


"Pimentões Assados"
(adaptados deste post de Smitten Kitchen)

Pimentões firmes, bonitos e coloridos

Coloque os pimentões em uma forma e leve ao forno em 200º durante uns 45 minutos, virando-os durante este tempo, para que assem por igual em todos os lados.
Quando estiverem assados, retire-os do forno e abafe-os com papel alumínio por uns dez minutos.
Quando estiverem em temperatura segura para os manusear, retire-lhes toda a pele, corte-os em fatias finas.


Junte aos pimentões já assados e cortados, ao seu gosto:

Azeite de oliva
Vinagre balsâmico
Alhos em fatias
Pimenta preta


Servi acompanhado de mussarela (me recuso escrever mussarela com ç) e tostas.

P.S.: Esta receita foi feita para receber um amigo aqui em casa. As fotos não ficaram boas, mas o que mostram é delicioso!!!

segunda-feira, 13 de Junho de 2011

Uma doce inspiração!


Inspirada pelo Dia dos Namorados, 12 de junho no Brasil, e para comemorar uma vivência cheia de amor, respeito e companheirismo com o meu amado José Augusto, fiz esta sobremesa cheia de significados românticos!


"Taça dos Namorados"

1ª camada: Morangos

500g de morangos frescos, lavados e picados
1 col. (sopa) de açúcar
1 col (café) de vinagre balsâmico

Coloque os morangos numa tigela.
Junte o açúcar e o vinagre e misture.
Deixe repousar por uns 30 minutos

2ª camada: Chocolate e Mel

125g de chocolate 78%
200g de creme de leite/natas
2 col. (sopa) de mel

Coloque o chocolate e o creme de leite/natas num refratário e leve ao microondas, potência média por 3 minutos.
Retire do microondas e misture bem até incorporar os ingredientes.
Junte o mel e misture. Reserve.

3ª camada: Champagne

300g de queijo quark (ou iogurte natural ou grego)
1/2 lata de leite condensado
1/2 lata de champagne ou espumante
1 fava de baunilha (ou 1 col. (café) de extrato)
5 folhas ou 10g de gelatina em pó sem sabor e incolor

Desmanche a gelatina como indica a embalagem, mas usando apenas 3 col. (sopa) de água). Reserve.
Misture o queijo quark, o leite condensado e a champagne e incorpore bem todos os ingredientes.
Raspe o interior da fava de baunilha e junte à mistura.
Junte a gelatina e derretida e misture.

Montagem:

Em taças coloque morangos no fundo.
Cubra com o creme de chocolate e cubra este com a mistura de champage, delicadamente.
Leve ao frigirífico de um dia para o outro.
Decore com morangos.


Acho que consegui juntar estes ícones do romantismo, morangos, chocolate, mel e champagne!

quinta-feira, 9 de Junho de 2011

Cheesecake de Atum


Há tempos que eu queria experimentar um cheesecake salgado. Ontem, como tinha em casa todos os ingredientes base para um cheesecake, resolvi tentar.
Usei uma massa quebrada de venda para a base, mas para a próxima vou experimentar uma outra base caseira. Também para a próxima, usarei uma forma de diâmetro menor, a que usei é de 25 cm, para que fique mais alto.
O que importa agora, é que gostei do sabor e da textura, por isso logo experimentarei outras versões!


"Cheesecake de Atum"

1 massa quebrada pronta
2 embalagens de cream cheese light
1 xíc. (chá) de queijo quark (pode ser iogurte natural ou grego)
2 ovos
1/4 xíc. (chá) azeitonas verdes, bem picadinhas
2 latas de atum em água
pimenta preta
1/2 xíc. (chá) queijo flamengo/prato ralado
sal, se necessário

Forre o fundo e as laterais de uma forma de fundo removível com a massa quebrada pronta e fure a massa com um grafo. Reserve.
Numa tigela, coloque os ovos e bata com um fouet/batedor de arames até espumar.
Junte o cream cheese e o queijo quark e continue a misturar.
Junte a azeitona, o atum, a pimenta e o queijo ralado e misture delicadamente.
Coloque esta mistura sobre a massa quebrada e salpique com páprica doce e salsa.
Leve ao forno pré-aquecido a 180º por 25/30 minutos.


Sirva com uma salada verde!

sábado, 4 de Junho de 2011

Anos 70... lembranças!


Esta semana várias entradas de amigos e da minha irmã no Facebook me fizeram relembrar a minha infância. E eu adoro relembrar, pois tive uma infância maravilhosa! Tenho deliciosas recordações de uma ótima família, pais incríveis e avós e tios atenciosos!
E como as lembranças estão sempre ligadas a sabores e perfumes, tive lembranças muito saborosas e perfumadas!

Vô Félix e Vó Julia
(Sei que esta foto foi feita por um dos meus tios ou primos. Que o autor se manifeste, por favor!!!)

A minha avó paterna, espanhola, deixava os netos bem abastecidos no Natal, com mantecal e rosquinhas de pinga! Mas do que me recordei muito foram os almoços, aos domingos, em que íamos à sua casa. Meu avô, também espanhol, nos esperava com cálices de ferroquina, para abrir o apetite! A minha avó nos servia o almoço "da moda" na época! Quem tem a minha idade, um pouco mais, um pouco menos, lembra com certeza do "Arroz de Forno". Na época, duas camadas de arroz cozido separadas por fatias finas de presunto (fiambre) e mussarela, levado a derreter no forno era um prato de festa! Servia para desenjoar da macarronada com frango do domingo anterior!


"Arroz de Forno"

Arroz cozido
Tomates picados, sem pele e sementes
Azeite de oliva
Ervilhas
Azeitonas verdes em rodelas
Cebola e alhos picados
Salsa
Sal
Fatias de presunto/fiambre
Mussarela ralada

Numa panela, refogue os alhos e a cebola em azeite. Junte as ervilhas e os tomates, refogue.
Junte salsa, azeitonas e sal. Retire do fogo e junte o arroz cozido, misturando.
Num refratário, coloque metade do arroz. Cubra com o presunto/fiambre e metade da mussarela. Coloque a outra metade do arroz e termine polvilhando o restante da mussarela.
Leve ao forno médio até que a mussarela derreta.




Cada garfada me fazia voltar no tempo! E que bons tempos!