terça-feira, 26 de Fevereiro de 2013

Bolinho de Chuva de Chocolate



Então é assim: eu vivo falando que detesto fritura, e detesto, mas há coisas que não dá pra deixar de lado! No rol de delícias fritas que eu odeio amo está o sempre lindo bolinho de chuva. Fritinho e crocante por fora, com o miolo molinho como o meu, hehe! E, bolinho de chuva me lembra minha Vó Maria. Não é, família?!
Mas como "desgraça pouca é bobagem" resolvi acrescentar chocolate.


                                    Bolinhos de Chuva de Chocolate

1 xíc. (chá) de farinha de trigo 
1 ovo 
1/2 col. (sopa) de bicarbonato de sódio 
100ml de creme de leite/natas 
100ml de leite 
3 col. (sopa) de açúcar 
4 col. (sopa) de chocolate em pó 
1 col. (sopa) de manteiga amolecida

Óleo para fritar 
Açúcar para passar os bolinhos depois de fritos

Coloque o óleo para aquecer. 
Junte todos os ingredientes em uma tigela e misturar bem, até estar tudo muito bem incorporado. 
Com a ajuda de duas colheres, coloque bocados de massa no óleo. 
Normalmente, quando os bolinhos estão fritos de um lado viram sozinhos na frigideira. Se não virarem, ajude virando-os com uma espátula. 
Retire-os da frigideira e coloque sobre papel absorvente. 
Passe-os pelo açúcar e aproveite!

domingo, 17 de Fevereiro de 2013

Ganhei presentinhos!



Mais uma vez as Fábricas Lusitana enviaram para casa, através do e-mercearia, uma série de produtos para serem experimentados.
Na embalagem vinham 4 temperinhos da Espiga (Limão e Salsa, Cardamomo Verde, Alho e Jindungo e Aneto) e uma caixinha de preparado para bolo de laranja Branca de Neve.
Conforme for experimentando os temperinhos vou mostrando aqui para vocês.
O bolo de laranja eu fiz conforme as instruções da caixinha, mas acrescentei suco de 1/2 laranja e 2 col. (sopa) de sementes de papoula. Ficou muito bom!
Obrigada, Fábricas Lusitana!


quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2013

Valentine's Day



Amar é dividir, compartilhar.  O que é meu é seu. O que é seu é meu. Tudo é nosso. Nosso mundo, nossa vida, nosso tempo.
Para o Valentine's Day preparei uma sobremesa para dividir, cada copinho, com o grande amor da minha vida! Como tudo que temos, tudo é nosso, tudo se compartilha!
Esta sobremesa foi inspirada por outra, que vi na TV e me agradou. Mas precisava ter o meu dedo e acrescentei mais uma camada, bem docinha, para rebater a "dureza" do chocolate 72%.



Triplo para o Valentine's Day
(inspirado e adaptado desta receita)

1ª camada:

1 lata de leite condensado
1 lata de leite
1 lata de creme de leite/natas (usei 2 caixinhas de 200ml)
3 gemas passadas pela peneira
2 col. (sopa) de amido de milho
1 col. (chá) de extrato de baunilha

Junte todos os ingredientes em uma panela e leve ao fogo baixo até engrossar e formar um creme. 
Distribua em taças, até a metade, ou coloque em um recipiente único.
Leve ao frigorífico até firmar.

2ª camada:

200g de chocolate 72% em raspas
3 col. (sopa) de açúcar
1/2 col. (chá) de café instantâneo
1/2 xíc. (chá) de leite integral/meio gordo
3 claras em neve/castelo

Em um refratário, junte todos os ingredientes, exceto as claras em neve.
Leve ao micro-ondas em potência média por 3 minutos.
Retire do micro-ondas e misture com uma espátula, até ficar uniforme.
Junte as claras em neve/castelo e misture, de cima para baixo, com a espáula, envolvendo bem.
Distribua sobre a primeira camada.
Leve ao frigorífico até firmar.

3ª camada

1/2 xíc. (chá) de mascarpone em temperatura ambiente
Suco de 1/2 laranja peneirado
Raspas de laranja
200ml de creme de leite fresco gelado
2 col. (sopa) de açúcar

Na batedeira, misture o mascarpone.
Junte todos os outros ingredientes.
Bata até encorpar.
Coloque sobre a mousse de chocolate e leve para gelar.

 

quinta-feira, 7 de Fevereiro de 2013

Puchero Lusitano



Os dias estão frios, e isso convida a preparar refeições quentes, encorpadas, com "sustânça".
Resolvi aliar minhas raízes espanholas às raízes alentejanas do marido e preparar um Puchero Lusitano do Meu Jeito.
O puchero é um prato típico da Espanha (veja aqui). É muito parecido com o Cozido à Portuguesa (veja aqui) e há várias versões dele, mesmo na Espanha e nos países que foram colonizados por ela, como Argentina, Uruguai, Paraguai, México e outros.
O Puchero que fiz é uma versão minha, baseada na versão espanhola e acrescentando ingredientes portugueses.
Nem preciso dizer que o marido ficou muito feliz!!!

Puchero Lusitano do Meu Jeito

500g de grão-de-bico
1 cebola grande
4 dentes de alho
Azeite de oliva
2 cenouras grandes
2 batatas médias
1/2 couve-lombarda/repolho branco
Sal
Pimenta
Salsa
3 sobrecoxas de frango
500g de carne de porco em cubos
300g de carne de vaca em cubos
1 pé de porco
1 orelha de porco
1 rabo de porco
1 pedaço de toucinho fresco (100g mais ou menos)
1 chouriço de carne (ou linguiça calabresa)

Antes de tudo, escolho lavo e coloco de molho em água o grão-de-bico. Depois...

... começo com as carnes:

Retiro a pele do chouriço e corto em rodelas. Cozinho a farinheira como de costume. Reservo os enchidos e a água da farinheira.
Corto o toucinho em pedaços médios. Reservo.
Coloco na panela de pressão aquecida um fio de azeite. Depois, vou colocando as sobrecoxas, os cubos de carnes de porco e vaca e os apetrechos (pé, orelha e rabo cortados em pedacinhos pelo açougueiro/talhante), sal. Deixo refogar e tampo a panela. Espero apitar e baixo o fogo para o mínimo. Fica aí por uns 20/25 minutos. Depois desse tempo, desligo a panela e deixo tampada até perder toda a pressão.
Enquanto isso...

... vou tratar dos temperos, legumes e verdura:

Pico a cebola e o alho e coloco em uma panela grande, com um fio de azeite. Reservo.
Descasco as cenouras e corto em pedaços médios. Faço o mesmo com as batatas. Corto a 1/2 couve ao meio e separo as folhas. Reservo tudo.

 1ª etapa

Leve a cebola e o alho para refogar. Junte o chouriço em rodelas e deixe refogar bem. Junte ao refogado as carnes cozidas na pressão e metade do caldo dessas carnes. Baixe o fogo no mínimo e tampe a panela.
Na panela de pressão, coloque o grão-de-bico na outra metade de caldo das carnes. Adicione a água da farinheira e, se necessário, um pouco mais de água e leve o grão para cozinhar por uns 20 minutos, primeiro em fogo alto até apitar, depois em fogo baixo. Deslique o fogo depois do tempo e deixe a panela repousar até perder a pressão.

2ª etapa:

Depois do grão cozido, escorra-o e reserve o líquido, coloque-o na panela onde estão as carnes. Junte as batatas, as cenouras e o toucinho. Acrescente o líquido do cozimento do grão até cobrir tudo e levante o fogo. Verifique o sal, junte pimenta e deixe cozinhar os legumes até estarem ainda firmes. Junte o toucinho e as folhas de couve. Tampe a panela e deixe por uns 5/10 minutos. Verifique se os legumes estão cozidos, corrija o sal, junte a salsa e a farinheira cortada em pedaços médios. Tampe a panela e desligue o fogo. Deixe descansar por uns 10 minutos.
Sirva com arroz branco.
Fiz fotos da panela, durante o cozimento, pois sabia que não teria tempo de preparar cenários!!!


domingo, 3 de Fevereiro de 2013

Meatball Sandwich and Onion Rings...



... ou Sanduba de Almôndegas e Anéis de Cebola.
Não, eu não vou assistir o Super Bowl. Sou apenas uma criança dos anos 60 que a-do-ra todas as tranqueiras engordantes que nossos amigos norte-americanos amam!
Então, para um domingo frio, que tal passar boa parte da manhã preparando essas delícias?
Vou contar como fiz o meu Combo-Tranqueira:



Sanduba de Almôndegas

Almôndegas:
800g de carne de porco moída/picada
100g de bacom picadinho, bem miudinho
1 cebola picada
1 col. (chá) de alho em pó
1 col. (sopa) de molho Wocestershire
1 ovo
2 col. (sopa) de farinha integral
Pimenta preta moída na hora, se possível
Sal
Salsa picada
Pão para o sanduba, da sua preferência. Eu usei baguetinhas integrais.

Em uma travessa misture todos os ingredientes, amassando bem com as mãos.
Molde a mistura em almôndegas, do tamanho de uma bola de sorvete.
Coloque as almôndegas em uma forma, forrada com papel alumínio.
Leve ao forno em 200º por uns 20 minutos.
Retire do forno e coloque as almôndegas no molho.
Coloque as almôndegas no pão.
Pode juntar salada, queijos, molhos tudo que sua imaginação pedir!

Molho:

4 tomates picadinhos, sem pele nem sementes
200g de polpa de tomate
1 cebola picada
2 dentes de alho picados
Azeite de oliva
Tomilho
Salsa
Sal
Pimenta preta moída na hora, se possível

Em uma panela, refogue a cebola e o alho no azeite.
Junte os tomates picados e refogue bem.
Junte a polpa de tomate e os temperos.
Deixe apurar por alguns minutos.
Retire do fogo e junte as almôndegas.



Anéis de Cebola

Para os Anéis de Cebola eu adaptei esta receita.
Vou colocar aqui a receita original e minha adaptação entre parênteses.

1 cebola grande ou 2 pequenas
1 e 1/2 - xícara de farinha
1 xícara de migalhas de pão
(usei farinha de rosca/pão ralado integral)
1 ovo
1/2 xícara leitelho
(usei 1/4 de leite + 1/4 de creme de leite/natas)
1 colher de chá de páprica doce flocos
(usei páprica em pó)
1/2 colher de pimenta branca
(usei preta)
1/2 colher de chá de cominho em pó
(não usei)
1 colher de chá de orégano seco
sal a gosto

1) Corte as cebolas em rodelas e reserve.
2) Em uma tigela pequena, bata ligeiramente o ovo e combine-o com
(o leite misturado ao creme de leite). Reserve.
3) Em outra tigela, misture
(farinha de rosca/pão ralado), páprica, pimenta (preta), orégano e sal.
4) Coloque a farinha em outra tigela.
5) Pegue um anel de cebola, mergulhe na mistura de
(leites), mergulhe na farinha, (leites) e, finalmente, na mistura de (farinha de rosca/pão ralado). Repita com as cebolas restantes.
6) Aqueça o óleo em uma panela. Frite as cebolas para uma diminuta poucos, até que, dourar.