segunda-feira, 22 de novembro de 2010

O mal-amado!


Há quem o ame! E há quem o odeie! E ele é bom moço, gosta de fazer o bem e ajudar as pessoas a ter uma vida saudável!
Sim, ele é o fígado! Rico em vitaminas e tantos outros compostos que fazem o fígado ser considerado um "super-alimento", como você pode constatar lendo esse texto aqui!
Eu gosto de fígado! Não, na verdade eu adoro fígado! O fígado está presente na minha alimentação desde sempre. Minha mãe sempre introduziu alimentos saudáveis e funcionais na nossa dieta e eu continuo com muitos bons hábitos alimentares, apesar dos bolos, mousses e outras coisinhas!
A sugestão de preparo do fígado que trago hoje é a que minha mãe faz com mais frequência, até porque é a que nós mais gostamos!
Aqui acompanhei o fígado com spaghetti integral. Um prato perfeito para a minha dieta de combate a hipoglicemia!


"Picadinho de Fígado"

400g de fígado de boi, limpo e cortado em cubinhos
1 cebola pequena cortada em tiras
1 pimentão/pimento verde pequeno cortado em tiras
Sal
Pimenta
Azeite de oliva

Numa panela, aqueça o azeite e refogue a cebola até ficar transparente.
Junte o fígado e refogue, até começar a juntar líquido.
Junte o pimentão, o sal e a pimenta.
Baixe o fogo no mínimo e deixe cozer até ficar macio.
Sirva com arroz branco ou com massa.


Para os que gostam de fígado, fica mais uma maneira de preparo. Para os que não gostam, fica uma sugestão para provarem. Quem sabe lhes agrada, não é?!

22 comentários:

  1. FICOU UMA APRESENTAÇÃO LINDA MAS...EU PERTENÇO AQUELAS QUE ADEIAM FIGADO , FICO-ME PELA MASSA.
    BJS

    ResponderEliminar
  2. Eu adoro fígado, ainda que isso cause impressão a algumas pessoas próximas! Costumo comê-lo "de cebolada", assim nunca experimentei... mas soa-me bem!
    Bjs
    Teresa (Lume Brando)

    ResponderEliminar
  3. Tens razão, com o fígado é amor, ou ódio, não há meio termo...rsss

    Ficou chic assim, um pratinho bem gourmet, parabéns!

    Um abraço,
    Boa semana!

    ResponderEliminar
  4. Confesso que o prato ficou lindo e não parece fígado, mas não consigo comer :(.
    Bjs e boa semana

    ResponderEliminar
  5. Também adoro figado com cebolada, nunca experimentei com esparguete.
    Bjs

    ResponderEliminar
  6. A minha mãe também fazia, mas eu nunca gostei!!!
    O teu para quem gosta deve estar muito bom.

    Bjs

    ResponderEliminar
  7. nunca usei com pimentão, mas certamente deve ficar muito bom, aqui apenas eu e o marido comemos (adoramos). bjs

    ResponderEliminar
  8. Eu sou do time a favor do fígado! Adoro aquele bife bem aceboladinho. Hummmmm! Sempre comi com purê de batatas, mas gostei da sua idéia de usá-lo com macarrão! Beijos

    ResponderEliminar
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  10. Hummm...essa receita é das minhas...chego a salivar aqui!
    Aprendi a comer com minha mãe também, nas nossas refeições por muitas vezes aparecia o fígado e aos poucos fomos aprendendo a gostar, pena que eu não consegui o mesmo feito com minha filha, que não suporta nem o cheiro...rs!!!

    Lembrei-me muito de você agora a pouco...estava preparando a embalagem com os mimos para minha
    amiga secreta desse ano...lembrei-me de reforçar a embalagem para que nada chegue quebrado, como aconteceu com o seu saci...rs!
    Momentos de uma recordação muito gostosa!

    Bjuss amiga, uma linda semana para você!!!

    ResponderEliminar
  11. Querida Noêmia, também gostamos muito de iscas de fígado, aqui por casa, Volta, não volta, temos na nossa ementa. Esta tua receita é inovadora e vou experimentá-la :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Nô,

    Eu também gosto de fígado, mas há muitos e muitos anos que não o como porque o marido não suporta nem o cheiro, rsrs. Belo prato!

    Um beijo

    ResponderEliminar
  13. Minha amiga, esse para mim não é o mal amado, é o bem amado! Eu gosto muito de "iscas" de fígado! Adoro, para ser sincera....mas não tenho muito quem me acompanhe....fiquei com saudades....Um beijinho :)

    ResponderEliminar
  14. Nô, aqui em casa ele é super-bem-amado! Receita anotadíssima! :o)

    ResponderEliminar
  15. Aiii Nô,
    Eu sou das que amam fígado. Adoro comê-lo acompanhado de uma saladinha de legumes cozidos no vapor. Ainda não fiz assim, picadinho como o seu, costumo fazer em bifes, mas está aí uma ótima sugestão para a próxima vez!
    Abraços, Daniana
    http://cozinhasemdrama.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  16. Eu amo e de paixão. Mas com macrrão para mim é novidade e já estou copiando para fazer aqui para e marido.
    Ele com certeza vai dizer:- "juntou o util ao agradável" - pois macarrão aqui em casa não pode faltar.
    Saudades de ti minha linda. ando meio atrapalhadinha com esse fim de ano e muitas acontecendo em minha vida que anda me tirando do eixo. Mas tudo no tempo de Deus tudo ficará bem eu creio e tenho fé!
    Beijos e beijos!

    ResponderEliminar
  17. Iscas de fígado com pimentão verde!!!!! diliçaaaaaaaaaaaaa!!!!!

    ResponderEliminar
  18. Eu amo fígado, acho que comeria todos os dias, rs. Desse jetinho, com macarrão, é meu preferido, só nunca experimentei com pimentão, deve ficar muito bom!
    bjs

    ResponderEliminar
  19. Eu sou do clube dos que adoram fígado mas tem que ser de boi/vaca. De porco acho horrível!

    ResponderEliminar
  20. É verdade NÔ, cá em casa ele também é mal-amado tirando o marido que gosta muito e nos dias de quimioterapia e nos que se seguem eu dou-lhe muitas vezes pois sei que isso é para ele uma boa fonte de vitaminas reforçando o seu débil sistema imunitário. Na próxima vou fazer desta forma a ver se vario pelo menos no aspecto da confecção, beijos e obrigado.

    ResponderEliminar
  21. Nô,

    Eu não tenho má vontade com fígado (quando era miúda adorava) mas de facto não calha cozinhá-lo... É tudo uma questão mais de mentalidade que outra coisa. Quase me fica a apetecer um prato. ;)

    Bj grande*

    ResponderEliminar
  22. Eu adoro fígado, mas minha médica proibiu terminantemente!

    ResponderEliminar

Olá. pessoal!
Deixe aqui a sua opinião. Todos os comentários são lidos e seus blogs são visitados.
As suas dúvidas são respondidas aqui ou por e-mail.
Falem, porque eu adoro conhecer suas opiniões!