segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Desastres Acontecem!

Olá, pessoal!

Que belo fim-de-semana tivemos aqui em casa!
Adoro receber os amigos! E, neste domingo, nossos amigos Mena e Zé Duarte vieram passar o dia conosco!
Para o almoço, preparei novamente o Risoto de Camarão e Gengibre, pois a Mena viu o post e ficou curiosa para saboreá-lo. Para o lanche, pães, queijos e Benfica na tv! (Começou a época de futebol! Eles estarão em frente à tv, sim!, todos os fins-de-semana!) E para o jantar, preparei um Escondidinho de Frango, que vou postar mais adiante.
Mas o destaque deste post é a sobremesa.
Tenho por norma nunca preparar uma sobremesa para uma ocasião especial, como receber os amigos, sem antes testá-la. Mas, afinal, as normas são para ser quebradas!!! E lá fui eu preparar uma gelatina que vi no blog da Danieli, o Nossa Cozinha.
Pois bem, vou postar aqui "A Saga da Gelatina Revoltada"!!!

Bem, começo por transcrever aqui a receita da Danieli:

"Arco-Iris de Gelatina

  • 1 caixa de gelatina de uva
  • 1 caixa de gelatina de limão
  • 1 caixa de gelatina de abacaxi
  • 1 caixa de gelatina de tutti-fruti
  • 1 caixa de gelatina de morango
  • 250 ml de leite de coco
  • 250 ml de leite condensado
  • água para as gelatinas

Modo de preparo:

Unte a forma da gelatina levemente com óleo.

Prepare a gelatina de uva com menos água do que o normal para que fique mais consistente (200ml de água quente, 100 ml de água fria). Divida em duas partes. A primeira parte coloque na forma e leve para gelar. Espere ela endurecer um pouco (mas não totalmente), misure a segunda parte da gelatina de uva que estava reservada com leite de coco e leite condensado em partes iguais (cerca de 50ml para cada um). Com cuidado e o auxílio de uma colher, espalhe a camada de gelatina com creme sobre a gelatina comum e leve para endurecer novamente.

Vá fazendo o mesmo com os demais sabores de gelatina. O arco-iris deverá ficar da seguinte forma:

  • 1ª camada: gelatina de uva
  • 2ª camada: gelatina de uva com leite de coco e leite condensado
  • 3ª camada: gelatina de limão
  • 4ª camada: gelatina de limão com leite de coco e leite condensado
  • 5ª camada: gelatina de abacaxi
  • 6ª camada: gelatina de abacaxi com leite condensado
  • 7ª camada: gelatina de tutti-fruti
  • 8ª camada: gelatina de tutti-fruti com leite condensado
  • 9ª camada: gelatina de morango
  • 10ª camada: geltina de morango com leite condensado

Depois de pronto, desenforme e sirva."

Tudo ótimo, fácil, demorado sim, mas simples. E vamos embora!!!

Primeiro obstáculo: os sabores das gelatinas. Infelizmente aqui não há a nossa roxinha gelatina de uva. E não há a nossa gelatina de tutti-frutti naquele azul maravilhoso! Mas, temos de seguir com o que temos à mão. Peguei em alguns sabores de gelatina (maçã, laranja, tutti-frutti, maracujá, morango, frutos silvestres) e comecei.

Untei a fôrma e segui, escrupulosamente, todas os passos da receita da Danieli.

Fui preparando cada camada e levando ao frigorífico e colocando novas camadas, tudo muito bem! Preparei a gelatina no final da tarde, por isso deixei no frigorífico até o outro dia.

Segundo obstáculo: desenformar. Bom, aqui é que tudo, quase, desmoronou! No dia seguinte, fui toda alegre desenformar a gelatina. Coloco a fôrma sobre o prato, viro e.... Tchanan!!!! Metade das camadas ficam lindamente sobre o prato! Metade? Sim, porque a outra metade não quis sair de lá! Simplesmente revoltaram-se e ficaram lá. Eu digo um sonoro pqp!!! O marido aparece: o que foi? Explico, ele diz que resolve. Eu sorrio! E passamos minutos sem fim, debruçados sobre a gelatina, sem conseguir movê-la nem um milímetro! Ele diz: tira isso com a colher! E eu digo: mas vai despedaçar! E ele diz, vou ter de cortar aos bocados pra comer!!! Como a vida dos homens é simples! Que inveja!

Resultado: A gelatina foi pra mesa, metade no prato, metade na fôrma!

Avaliação dos presentes: adoraram!

Mas acho que para a próxima, sim haverá próxima!!!!, vou diminuir ainda mais a quantidade de água. A última camada da fôrma, que vai servir de base no prato, tem de ser transparente. Vou pedir pra minha mãe me mandar gelatina, azul de tutti-frutti e roxa de uva, pelo correio!

E essa inaugura a minha nova sessão "Pequenos Desastres", porque nem só de sucesso vive a nossa cozinha, não é?!

13 comentários:

  1. hahahahaha, ai Noêmia, que pena que a receita que eu ensinei não saiu exatamente como o esperado. Mas a tua história foi engraçada. Principalmente a parte que o marido aparece e diz que era para tirar com a colher hehehe. Olha, isso aconteceu comigo a primeira vez e eu resolvi untando um pouquinho mais a forma. Se foi sorte ou não, eu não sei, mas funcionou! Mas mesmo assim, menina, tua gelatina ficou l-i-n-d-a! Meus parabéns! Beijos

    ResponderEliminar
  2. Danieli!
    A sua receita é ótima! Fica deliciosa! Todo mundo comeu e repetiu!
    Mas essas coisas acontecem, não é! É com os nossos "pequenos desastres" que aprendemos e tentamos de novo e de novo!
    Eu adorei a sua receita e vou repetí-la, tenha certeza!!!
    Obrigada e um beijo!

    ResponderEliminar
  3. Que bom que gostou! Outra coisa: deixei para você um selinho lá no meu blog! Beijos

    ResponderEliminar
  4. Nô, Se esse aí é o produto final eu não vejo qualquer problema... está linda!!

    Beijinhos,
    Carlota

    ResponderEliminar
  5. Pois, Carlota, minha amiga!
    Esta é a metade do produto final... a outra metade ficou na fôrma e foi "atacada às colheradas"!!!
    Huahuahua!
    Beijos e obrigada pela visita!

    ResponderEliminar
  6. Ai, as tuas sobremesas são imbatíveis! É cada uma mais obra-prima do que a outra!!!

    ResponderEliminar
  7. A cozinha tem destas coisas.... não conhecia a receita e adoreiiiii, fica linda e bem apetitosa, bjs.

    ResponderEliminar
  8. Uma sobremesa muito bonita e uma delícia :)

    Beijinhos**

    ResponderEliminar
  9. Ficou linda do msm jeito! Adorei! Ficou um PETÁCULO! Bjos Nô!

    ResponderEliminar
  10. Nô, onde está o desastre? Esse arcor-iris de gelatina está perfeito!
    bjo

    ResponderEliminar
  11. M., Nani, Titó, Paula e Margarida!
    Obrigada pela visita!
    O desastre está na situação. Sempre que faço algo que sai da minha rotina, algo acontece!
    Se vocês vissem a cena dos dois, eu e meu marido, debruçados sobre a "dona gelatina"... um desastre!!! Mas uma situação tão engraçada (sim, porque aqui em casa nós rimos de tudo!) que acabamos por rir tanto que esquecemos da gelatina que estava no prato, a da foto, e esta já estava toda derretida. Uma coisa de malucos, como só nós mesmo!!!
    Um beijo à todas!

    ResponderEliminar
  12. É só passar a forma rapidamente pelo fogo que ela desgruda tudinho!!! Fácil, fácil!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Elaine, isso a gente aprende quando começa a fazer gelatinas, mas em certas ocasiões nos esquecemos do básico.
      Obrigada por lembrar!
      :o)

      Eliminar

Olá. pessoal!
Deixe aqui a sua opinião. Todos os comentários são lidos e seus blogs são visitados.
As suas dúvidas são respondidas aqui ou por e-mail.
Falem, porque eu adoro conhecer suas opiniões!