quarta-feira, 27 de Janeiro de 2010

Bolo Mármore... do meu jeito!


Adoro Bolo Mármore! O tradicional, com côco, com rum, comprado pronto, de qualquer jeito! Por isso, hoje vou postar aqui um Bolo Mármore do meu jeito!


"Bolo Mármore, Do Meu Jeito"

1 e 1/2 xíc. (chá) de farinha de trigo
1 xíc. (chá) de açúcar mascavado
1/2 xíc. (chá) de açúcar comum
1 col. (sopa) de fermento em pó
100g de manteiga sem sal, ou margarina culinária, derretida
3 ovos
3/4 xíc. (chá) de leite
1/2 xíc. (chá) de farinha de avelã (comprei no Lidl, mas pode ser feita em casa, triturando as avelãs no processador/robot de cozinha até formar uma farinha)
100g de chocolate meio amargo derretido

Em uma tigela misture os ingredientes secos: farinha, açúcares, fermento. Misture bem. Acrescente a manteiga derretida e misture bem, até ficar um granulado. Junte os ovos e misture bem. Junte o leite e misture até formar uma massa lisa e uniforme. Divida-a em duas partes. Numa parte, junte a farinha de avelãs, na outra o chocolate derretido. Misture cada parte até obter duas massas bem uniformes.
Em uma forma untada e enfarinhada (eu usei uma de 25cm de diâmetro e fundo removível), coloque a massa de farinha de avelãs. Sobre esta, coloque a massa de chocolate em espiral, por toda a volta da massa de avelã e depois no centro. Faça um zig-zag na massa, com uma faca, sem misturar muito.
Leve ao forno pré-aquecido em 200º, por 40-50 minutos.
Desenforme e deixe arrefecer sobre uma grade. Polvilhe açúcar de confeiteiro/em pó.

Este bolo fica fofo, mas firme. Com uma casquinha crocante e fica ótimo acompanhado de um cafézinho ou chá!


segunda-feira, 25 de Janeiro de 2010

Quibe de Assadeira.... finalmente!!!


É isso mesmo! Finalmente! A procura desenfreada por um ramo de hortelã finalmente deu resultado! Consegui um saquinho, esquecido entre os coentros e as salsas no Pingo Doce! O último, mas em excelente estado! E, finalmente, pude fazer quibe de assadeira! Já estava 'aguada' de tanta vontade!
Quando era criança, tive muito contato com a culinária árabe, pois minha Tia Eunice (já falecida) foi casada por anos com um filho de libaneses. Fora isso, quem vive em São Paulo sabe que em qualquer esquina podemos saborear essa deliciosa culinária!
Eu conhecia o quibe assado como 'quibe de bandeja', por isso fundi as duas versões e postei aqui como 'quibe de assadeira'.
As fotos não ficaram nada boas e não fazem justiça ao pobre quibe! Estava ótimo! Sou uma fã ardorosa da culinária árabe, síria, libanesa! Gosto de tudo, mas os doces são a minha perdição! Logo prepararei alguns, adaptados, claro!


"Quibe de Assadeira"

Massa:

300g de carne moída/picada (usei com pouca gordura)
1 xíc. (chá) de trigo para quibe/bulgur (deixar de molho em 1/2 xíc. (chá) de água por 15 minutos, escorrer e apertar com as mãos para retirar o excesso de água)
1/2 xíc. de folhas de hortelã
1 cebola
3/4 col. (chá) pimenta síria (eu fiz a minha pimenta síria, misturando em partes iguais, pimenta preta, pimenta branca, canela em pó, cravo em pó e noz moscada)
1 e 1/2 col. (chá) de sal

Coloque no robot de cozinha/processador, todos os ingredientes. Pulse por alguns segundos, misture com a colher, volte a pulsar. Repita essa operação até ter uma massa uniforme. Leve ao frigorífico enquanto prepara o recheio.

Recheio:

400g de carne moída/picada (também com pouca gordura)
2 cebolas picadas
1 col. (chá)de pimenta síria
salsa picada
2 col. (sopa) de azeite de oliva
1/2 xíc. (chá) de nozes picadas grosseiramente (guarde algumas em quartos para enfeitar)
1 col. manteiga
1 col. (chá) de sal

Numa panela, derreta a manteiga e doure as nozes. Reserve.
Na mesma panela, coloque o azeite e refogue a cebola até começarem a dourar. Junte a carne e refogue até secar a água que juntar. Junte a salsa, pimenta, sal e as nozes reservadas. Reserve.

Montagem:

Numa assadeira ou refratário (25 X 25), coloque metade da massa reservada no frigorífico, aperte bem, deixando com um dedo de espessura. Coloque o recheio sobre essa camada de massa e aperte bem. Coloque a outra metade da massa sobre o recheio, em pequenas porções, juntando como uma quebra cabeça. Passe a mão molhada com água sobre a massa para deixá-la uniforme. Risque a superfície com uma faca, formando quadrados. Coloque um quarto de noz no centro de cada quadrado. Leve ao forno médio (200º) por uns 20 minutos.
Pode ser sevido quente ou frio.

sexta-feira, 22 de Janeiro de 2010

Chocolate Banana Bread


Está aqui uma boa maneira de por fim àquelas bananas que estão na fruteira, só esperando que se lembrem delas!
Receita adaptada daqui.


Chocolate Banana Bread

Serve 8 pessoas

1 e 1/2 xíc. (chá) de purê de bananas maduras (cerca de 4 bananas médias)
1/2 xíc. (chá) de açúcar
1/4 xíc. (chá) de açúcar mascavo
1/2 xíc. (chá) de manteiga sem sal, derretida
1/4 xíc. (chá) de leite
1 ovo grande
1 e 1/2 xíc. (chá) de farinha de trigo
2 col. (chá) de café forte
1 e 1/2 col. (chá) de bicarbonato de sódio
1 col. (chá) de sal (não coloquei)
140g de chocolate meio-amargo picado

Pré-aqueça o forno em 180º.
Em uma tigela média misture a banana, açúcar, manteiga, café, leite e ovos. Em outra tigela, peneire a farinha, o bicarbonato de sódio e o sal. Faça uma cova no meio da farinha e adicione delicadamente a mistura de banana. Mexer apenas para incorporar. Adicione o chocolate picado e mexa delicadamente. Coloque em uma forma de bolo inglês untada e leve ao forno, por 30-40 minutos ou até que inserindo um palito, saia limpo.



Grupo de Trocas de Receitas


Hoje passei por aqui para divulgar.
Passeando pelo blog "Receitas da Vovó Cristina" conheci o grupo de trocas de receitas em que ela é uma das administradoras. E o grupo de troca de receitas mantém um site e um blog! Coloco aqui os endereços e deixo o convite para que conheçam e participem do projeto!

Grupo: group1033173@groupsim.com (adicione aos seus contatos do MSN)

Blog: http://www.blognossasreceitas.blogspot.com

Site: http://www.nossasreceitas.com

Mais um ponto de encontro para trocas de receitas!

quarta-feira, 20 de Janeiro de 2010

Lasanha de Leite com Frango


Esta é a receita de lasanha que sempre faço, há muitos e muitos anos. Também é a que mais gosto, por ser muito saborosa, prática e pode ser preparada com diversos recheios: frango, linguiça, carne, atum, bacalhau e mais aquilo que você quiser! Adoro versatilidade!


"Lasanha de Leite com Frango"

Para 4 pessoas

300g de peito de frango cozido e desfiado
1 cebola picada
2 dentes de alho picados
salsa
pimenta
azeite
2 cubos de caldo de galinha
1 xíc. (chá) de ervilhas congeladas
1 pires de azeitonas pretas picadas
2 caixinhas de polpa de tomates
2 caixinha de creme de leite/natas
massa de lasanha
leite
1 embalagem de cream cheese
400g de mussarela ralada

Primeiro prepare o molho. Numa panela, coloque o azeite, a cebola, o alho e refogue. Junte o frango desfiado, as ervilhas e as azeitonas e refogue. Junte a polpa de tomates e os cubos de caldo de galinha. Deixe ferver, desligue o fogo e junte apenas uma embalagem de creme de leite/natas. Misture bem e reserve.
Num refrátário, coloque um pouco do molho no fundo e cubra com algumas lâminas de lasanha. Cubra com molho de frango e cubra esta camada com outra de mussarela ralada. Repita as camadas, deixando cerca de dois dedos de altura, do refratário, livre. Coloque leite no refratário, até quase cobrir toda a lasanha. Como cobertura, espalhe a outra embalagem de creme de leite/natas, sobre ele espalhe pequenos montinhos de cream cheese e polvilhe tudo com mussarela ralada.
Tape com papel alumínio e leve ao frigorífico de um dia para o outro. No dia seguinte, retire o refratário do frigorífico logo cedo e deixe-o fora. Quando atingir a temperatura ambiente, leve ao forno a 200º, ainda com o papel alumínio, por 1 hora aproximadamente. Depois retire o alumínio e deixe gratinar.


segunda-feira, 18 de Janeiro de 2010

Biscoitinhos da Tia Nô


Outro dia estava visitando o espaço da Moira, Tertúlia de Sabores, onde sempre há receitas boas e fotos melhores ainda e, naquele dia, o post se referia às primeiras bolachinhas da Moira, lindas! Eu então deixei-lhe um comentário dizendo que há muito tempo não preparava bolachinhas, mas que as dela me inspiraram.
Bem, aqui está o resultado! Esses biscoitinhos eu os preparei no Dia de Reis, e são de uma receita muito antiga, já os fiz incontáveis vezes, sempre variando o sabor: canela, queijo, coco, amendoim, chocolate, tudo que imaginarmos pode ser integrado nesta receita. É a minha receita de biscoitinhos favorita! Nesta, agreguei nozes moídas!


"Biscoitinhos da Tia Nô"

200g de maizena
100g de farinha de trigo
100g de açúcar
250g de manteiga ou margarina, muito fria, cortada em cubos
80g de nozes moídas (ou outro ingrediente da sua preferência)
1 gema passada pela peneira

Coloque todos os ingredientes no processador/robot de cozinha e 'pulse' até formar uma bola. Se fizer na mão, misture os ingredientes secos. Junte a margarina e amasse com um garfo até formar uma farofa. Junte a gema e amasse com as mãos até formar uma bola. Faça bolinhas e coloque em tabuleiro, sem untar. Frise-as com um garfo. Leve ao forno pré-aquecido em 200º, até que corem por baixo. Retire-as do forno e deixe que esfriem um pouco, para firmarem. Depois, transfira-as para uma grade e deixe que esfriem completamente.

quinta-feira, 14 de Janeiro de 2010

Creme de Abóbora com... Camarão!


É como sempre lhes digo: o camarão não pode faltar!
Para esses dias frios que têm feito aqui pelo Hemisfério Norte, nada como uma boa sopinha! Esse creme é muito saboroso, tanto quente no Inverno, como frio no Verão. Eu gostava de ter usado hortelã, mas não encontro hortelã em lado algum! Assim que encontrar, vou comprar um vasinho e deixar aqui em casa. No lugar da hortelã, usei o gengibre em pó. Ficou muito bom também!


"Creme de Abóbora com Camarão"

500g de polpa de abóbora
200g de batata
1/2 cebola
2 dentes de alho
2 cubos de caldo de marisco/camarão
350g de miolo de camarão
1/2 col. (chá) de gengibre em pó (ou folhinhas de hortelã, se tiver mais sorte que eu!)
200g de cream cheese
água

Numa panela, coloque a abóbora, a batata, a cebola, o alho e 1 cubo de caldo de marisco/camarão. Cubra com água e leve ao fogo para cozer.
Enquanto cozem, numa frigideira coloque o miolo de camarão com o outro cubo de caldo de marisco/camarão. Leve ao fogo até que solte todo o líquido e coza. Deite todo o líquido na panela da abóbora e reserve os camarões.
Assim que a abóbora e a batata estiverem cozidas, passe-as pela varinha mágica/mixer, até formar um creme. Baixe o fogo no mínimo e junte os camarões, o cream cheese e o gengibre. Mexa até dissolver todo o cream cheese.
Sirva quentinha ou fria, conforme o clima!

terça-feira, 12 de Janeiro de 2010

Bolo Prestígio (Versão Simples)


Ontem eu e meu marido completamos sete anos de convivência, cumplicidade, parceria, respeito, amor.
Há sete anos resolvemos dar uma volta de 180º nas nossas vidas individuais, para iniciarmos uma vida em conjunto. O casamento, oficial, aconteceu sete meses depois, por isso temos dois dias de comemoração no ano.
Nunca deixamos a data passar em branco. Ontem, depois de voltarmos de um belíssimo jantar à alentejana, em casa nos esperava uma sobremesa.
O Bolo Prestígio, além de ser um clássico no Brasil, é um dos nossos favoritos. Por este motivo, foi a nossa escolha!


"Bolo Prestígio"

(receita pequena, mas serve 10 pessoas muito bem!)

Massa:

1 xíc. (chá) de farinha de trigo
1 xíc. (chá) de açúcar
2 col. (sopa) de cacau em pó
2 col. (sopa) de chocolate em pó
1 col. (chá) de fermento em pó
1/2 col. (chá) de bicarbonato de sódio
2 ovos
1/4 de xíc. (chá) de azeite de oliva (ou óleo de milho ou girassol)
1/4 de xíc. (chá) de creme de leite
1/4 de xíc. (chá) de leite

Numa tigela coloque todos os ingredientes secos e misture-os bem. Junte o azeite ou óleo e misture até ficar uma farofa. Junte os ovos e misture bem. Depois em seguida o creme de leite e o leite, sempre misturando. Coloque em forma de 20cm com as laterais altas untada, com o fundo forrado por papel manteiga/vegetal. Leve ao forno em 180º, pré-aquecido, por 30/40 minutos. retire do forno e reserve sobre uma grade.


Recheio:

1 lata de leite condensado
100g de coco ralado
1 col. (sopa) de manteiga sem sal

Junte todos os ingredientes numa panela e leve ao fogo médio, até ferver, mexendo sempre. Retire do fogo e reserve.



Cobertura:

Esta cobertura não é muito doce, pelo contrário! Tem um travo amarguinho, mas casa muito bem no bolo que tem um recheio bastante doce.

1 col. (sopa) de cacau em pó
3 col. (sopa) de chocolate em pó
1 caixinha (200ml) de creme de leite

Junte todos os ingredientes numa tigela própria para microondas. Misture bem incorporando todos eles. Leve ao microondas em potência média por 1 minuto. Retire e mexa bem. Deixe esfriar e aplique no bolo.

Desenforme o bolo e corte-o ao meio, fazendo dois discos. Coloque um na forma onde assou o bolo. Pode molha-lo, se quiser. Eu molhei o nosso com licor de café diluído num pouco de leite. Sobre o disco, na forma, coloque o recheio. Cubra com o outro disco, molhe-o. Tape com papel alumínio e leve ao frigorífico por umas duas horas. Desenforme e cubra com a cobertura.

Eu salpiquei o bolo com confeitos de açúcar coloridos, porque é assim que a nossa vida é: há períodos amargos como a cobertura, mas há muitos momentos doces, como o recheio de coco e é colorida como os confeitos! Em conjunto, saboreamos a vida!

segunda-feira, 11 de Janeiro de 2010

Camarão Frito e Molho Tártaro


Para terminar com as postagens de pratos do Reveillon, hoje vou deixar aqui mais uma sugestão do que uma receita.
Não é novidade, para os que acompanham o Blog da Nô, que aqui em casa um ingrediente nunca pode faltar: camarão! O marido é louco por camarão e, sempre que há oportunidade para comê-los (praticamente toda semana!) eu os preparo.
Quando vivemos por um tempo em Fortaleza, no Ceará, era uma loucura! Com o camarão a preços baixíssimos e sempre muito fresco, era o prato do dia, quase sempre! Foi aí que fiz o camarão frito, mas temperadinho, e meu marido se apaixonou pela receita!
Para a noite de Reveillon, resolvi fazer um molho tártaro para os acompanhar. Eu sou uma fã de anos do molho tártaro! Gosto de o apreciar em acompanhamento de carnes frias, mas principalmente de peixes e mariscos.


Não vou colocar aqui quantidades, fica pelo gosto de cada um, apenas temperei os camarões com sumo de limão, sal, pimenta, alho muito bem picadinho ou em pó. Deixo marinando pelo menos por umas duas horas, depois os frito em pouco azeite de oliva, apenas o suficiente para que eles cozam.


O molho tártaro também é muito simples! Eu juntei maionese, mostarda de Dijon, creme de leite, pimenta preta, picles (apenas as cenouras e os pepinos) muito picadinhos, cebola e alho picadinhos e algumas alcaparras picadinhas, que são a 'alma' do molho tártaro!


Um dos usos de molho tártaro, como acompanhamento, que eu mais aprecio é este, nos filés de peixe empanadinhos no fubá e fritos! Meu preferido é o filé de mapará, mas como não existem aqui, usei pescada.

sexta-feira, 8 de Janeiro de 2010

Toucinho do Céu


Mais uma sobremesa do Ano Novo!
Toucinho do Céu é uma sobremesa típica portuguêsa, conventual, mas há variações de receitas pelo país. Com gila, com abóbora, só com amêndoas...
Quando vivia no Brasil e fornecia sobremesas para os restaurantes portuguêses, era essa receita que fazia sucesso (além do pastel de nata, claro!).
Encontrei essa receita na internet, e fui adaptando até chegar ao meu gosto.
No Ano Novo preparei uma receita, mas se tivesse dobrado a dose, teria agradado ainda mais!!! Não ficou tão bonita como quando fazia no Brasil, mas ficou igualmente deliciosa!



"Toucinho do Céu do Convento de Odivelas"

250g de miolo de amêndoas, peladas, moídas muito bem
500g de açúcar
300ml de água
9 gemas, passadas pela peneira
1 col. (sopa) de manteiga
canela em pó
1 clara em neve
açúcar de confeiteiro para polvilhar

Junte a água e o açúcar e leve ao fogo, até atingir o ponto de pérola (quando molhar a colher na calda e levantá-la, forma uma 'pérola', uma bolinha na colher). Retire do fogo e junte a manteiga, a amêndoa e uma pitada de canela. Volte ao fogo para que engrosse o doce. Retire do fogo e acrescente as gemas, misture bem e deixe amornar. Junte a clara em neve e misture delicadamente. Coloque em forma, de fundo removível untada. Forre o fundo com um disco de papel manteiga. Leve ao forno pré-aquecido em 180º. Quando fizer o teste do palito e este sair limpo, retire do forno. Deixe esfriar. Desenforme e polvilhe com açúcar de confeiteiro.

Esta foi a sobremesa dos Zés (Augusto e Duarte), pois os dois sozinhos, praticamente, devoraram a sobremesa!

quarta-feira, 6 de Janeiro de 2010

Açorda de Bacalhau em Camadas????


Voltando à ementa das festas de fim-de-ano, hoje coloco aqui uma receita que foi aperfeiçoada de outra que já postei.
Para o almoço de 1 de Janeiro, decidi experimentar. Queria muito preparar um prato de bacalhau, que fosse prático de fazer, que pudesse deixar pronto de véspera e que fosse muito saboroso.
Então, peguei na receita de Pavé de Frango e resolvi transformá-la.
O Pavé de Frango é muito bom! Mas é um pouquinho 'gordo', pois toda a gordurinha fica encharcando o pão.
O que aconteceu no de bacalhau é que o pão ficou encharcado com o líquido que o bacalhau solta, cheio de sabor! O pão ficou com a consistência da açorda e o prato ficou maravilhoso!!!


A receita vocês encontram aqui, basta trocar o frango por bacalhau e os caldos de frango por caldos de peixe. Eu usei 2 lombos.



Hoje é Dia de Reis e também de uma Rainha! Hoje é aniversário da minha mãe! Parabéns, Mãe!
Que continue forte e linda como sempre!!!



segunda-feira, 4 de Janeiro de 2010

Panna Cotta com Coulis de Manga


Olá para todos!
Que bom estar aqui, de volta! O reveillon foi muito bom! Muito íntimo, apenas eu e meu marido, mas muito bom!
Vou começar o ano, colocando aqui algumas das receitas que preparei. Mas, vou começar do fim para o começo, como sempre!!!
No sábado, nossos amigos vieram almoçar conosco e nós voltamos a preparar o Camarão na Abóbora, pois eles ainda não tinham experimentado. Adoraram!!! E, de sobremesa, eu preparei uma Panna Cotta com Coulis de Manga. Eles nunca haviam experimentado panna cotta, também. Adoraram, e a Mena já me pediu um replay!!!


"Panna Cotta com Coulis de Manga"

Para a Panna Cotta:

600ml de natas frescas
200ml de leite
5 col. (sopa) de açúcar
1 vagem de baunilha
10g de gelatina sem sabor, incolor, em pó ou folhas, dissolvida como indicado na embalagem

Numa panela junte as natas frescas, o leite e o açúcar. Abra a vagem da baunilha e, com a lateral da faca raspe o interior da vagem. Coloque a raspa e a vagem na panela. Leve ao fogo médio e mexa até que ferva e dissolva o açúcar. Retire do fogo. Retire a vagem da baunilha. Acrescente a gelatina dissolvida e mexa bem. Coloque em uma forma (eu recomendo de silicone pois fica muito mais fácil de desenformar) ou em ramequins, tigelinhas ou xícaras. Leve ao frigorífico até firmar bem. Desenforme e coloque o Coulis de Manga sobre a Panna Cotta.

Para o Coulis de Manga:

1 manga
3 col. (sopa) de açúcar

Descasque a manga e corte a polpa em quadradinhos. Coloque a manga e o açúcar numa panela. Leve ao fogo médio e deixe cozer até o açúcar se dissolver e a manga começar a brilhar. Retire do fogo e passe a manga pela varinha mágica (mixer) até ficar muito lisa. Deixe esfriar e coloque sobre a Panna Cotta.